Receitas

Rabanada

07/12/2015
_MG_0105-web

Aiai… Natal está chegando, né?! Então vamos falar de coisa boa, vamos falar de rabanada!

_MG_0105-web

Rabanada é um desses pratos que é tão fácil de fazer que é até perigoso, hehe… Tem pão aí?! E leite? Um ovinho?! Pronto, já dá pra fazer rabanada!!!

A origem dessa gostosura é meio incerta, mas foi criada pela necessidade de reaproveitar o pão velho. Não se sabe ao certo se foi inventada por franceses ou portugueses, mas vários países tem suas versões de rabanada, com nomes diferentes. Aqui em Portugal, onde estamos no momento, também chamam de fatia dourada ou fatia de parida (antigamente era normal preparar a rabanada para mulheres que tinham acabado de dar a luz, para dar energia e diziam que aumentava o leite materno). French toast nos Estados Unidos, eggy bread na Inglaterra, pain perdu na França e torrijas na Espanha… O nome não importa, o que importa é que todas as versões são igualmente saborosas!

_MG_0107-web

Quem levou as rabanadas para o Brasil foram os portugueses e aqui em Portugal é tradição comê-las na Consoada, que é a noite da véspera de Natal, onde além das rabanadas eles comem bacalhau e várias outras sobremesas.

Tanto aqui como no Brasil, cada família tem sua receita, cada um dá um toque especial nesse pãozinho frito delicioso. A receita que vou ensinar é básica e é a minha preferida porque não envolve muitos ingredientes e muitas frescuras. Se não tiver leite condensado na sua casa, pode colocar açúcar no leite que também vai ficar bom. E se quiser, pode adicionar um pouquinho de licor, vinho do porto e até um vinho branco docinho, para dar um gostinho especial.

Algumas pessoas fazem a rabanada frita por imersão, que é quando colocamos um monte de óleo na panela e o alimento fica totalmente coberto por ele na hora de fritar, mas eu prefiro colocar só um dedinho de óleo na frigideira, acho que já é o suficiente. Além da opção de passar açúcar e canela, eu sugiro comer as rabanadas com mel… ficam uma delícia! E claro, tem a sempre clássica combinação infalível: rabanada + sorvete!

_MG_0126-web

Eu usei uma especie de pãozinho francês que tem por aqui, no mercado estava com o nome de “cacetinho brasileiro”, pensei “é esse mesmo!”. Mas você pode usar o pão que tiver aí na sua casa… Pão de rabanada, de forma, baguete, caseiro e até panetone, especialmente se for daqueles sequinhos não muito saborosos. É recomendável que o pão seja “amanhecido” ou “dormido”, mas se não for também, dá pra fazer. Se o pão for “novo”, pode ser que fique muito molinho quando você molhar com o leite e ovos, e vai exigir um pouco mais de cuidado para não fazer muita bagunça no fogão.

Vamos a receitinha porque está me dando água na boca só de escrever e olhar as fotos…

Ingredientes:

5 pães franceses dormidos/amanhecidos

1 1/2 xic. (chá) de leite

1/2 lata de leite condensado

1 pitada de noz moscada (opcional)

2 ovos

Óleo para fritar

Açúcar e canela para polvilhar

Modo de Preparo:

Corte os pães em fatias médias na diagonal.

Em um refratário, adicione o leite, o leite condensado, a pitada de noz moscada e misture.

Em outro refratário, coloque os ovos e bata ligeiramente.

Leve uma frigideira ao fogo com óleo suficiente para cobrir o fundo (um dedinho de óleo).

Passe as fatias de pão no leite e em seguida no ovo batido. Leve para fritar até dourar dos dois lados.

Coloque para escorrer em um prato forrado com papel toalha.

Passe no açúcar com canela e está pronto para servir.

Dica:

Se o pão estiver muito seco, deixe uns 5 minutinhos de molho no leite antes de passar no ovo.

_MG_0135-web

Vídeo da receita:

Se você está procurando mais receitas para o seu Natal, vai gostar desse Panetone Recheado maravilhoso que fiz ano passado e também desse Cupcake de Maçã e Canela com uma decoração lindinha e a cara das festas de fim de ano!

Beijocas e nos vemos no próximo post…

Nos vemos na estrada! 😉

 

VEJA TAMBÉM

Sem Comentários

Deixe uma Resposta