Viagem

Faro

09/07/2016

Olá!

Mais um post de uma das cidades lindas que passamos! 🙂

E hoje vamos passear pela cidade de Faro, em Portugal. Passamos apenas um lá, mas foi o suficiente para visitarmos duas igrejas, passear um pouquinho pelo centro histórico e comer pastel de nata (coisa muito importante quando se está em Portugal!)…

Faro é a capital do Algarve e tem cerca de 47 mil habitantes. Assim como o sul da Espanha, já foi território romano e visigodo e depois foi conquistado pelos mouros. A partir do século XIII, passou a ser território cristão.

Começamos nosso passeio procurando um lugar para comer porque já era hora de almoço e tínhamos tomado café da manha muito cedo. Não tínhamos pesquisado nenhum restaurante e queríamos comer algo rápido. Fomos com a cara de uma lanchonete que encontramos pelo caminho chamada Caco, o Original (R. Conselheiro Bivar, 42) e não nos decepcionamos. Eles servem lanches feito em um pão de fabricação própria e você pode escolher o tipo de carne e os acompanhamentos. O preço é camarada e a maionese de alho é deliciosa! 😉

cacoooriginal

Lanchinho do Marc no Caco, O original. Foto: Marc W Bass

Depois do almoço, queríamos tomar um café e comer um pastel de nata. Tinha essas duas coisas no Caco, mas gostamos sempre de conhecer lugares novos (assim posso indicar pra vocês!), então procurei na internet por uma pastelaria (como eles chamam padaria/confeitaria em Portugal) em Faro e apareceu a Pastelaria Centeio. Apesar de ficar um pouco fora da nossa rota inicial, valeu a pena uma caminhadinha a mais. Foi o nosso pastel de nata favorito em toda a viagem. Comemos também um sonho, mas sonho de Portugal não tem nada a ver com o sonho do Brasil, viu?! É uma massa feita a base de farinha, ovos, leite e em algumas receitas você pode encontrar até cenoura! É bem gostoso, mas totalmente diferente do “nosso” sonho. Aliás, o sonho recheado como conhecemos, eles chamam de bola de berlim (sim, uma confusão de nomes!).

pastelariacenteio

Pastelaria Centeio, Faro. Foto: Marc W Bass

Após a pastelaria, já bem alimentados e de café tomado (sem café eu não funciono!), fomos a caminho da Igreja N. Sra. do Morte do Carmo. A Igreja do Carmo foi construída entre 1713 e 1719, durante o reinado de Dom João V e foi financiada (e decorada!) com o ouro brasileiro. A arquitetura é barroca e é uma igreja bem bonita, mas confesso que nem estava tão empolgada em visitar a igreja em si, e sim uma capela de ossos que tem na parte de trás. A Capela de Ossos é do século XIX e foi construída a partir dos ossos e crânios de mais de mil monges que foram exumados. A mensagem que a igreja queria passar com essa capela era de que “todos somos mortais”. Os ossos não são apenas decorativos, as paredes são construídas com fêmures, como se fossem tijolos. Pagamos 2 euros pela visita (igreja + capela de ossos). O horário de abertura é das 10h às 13h e das 15h às 18h.

igrejadocarmo

Igreja do Carmo. Foto: Marc W Bass

capeladeossos

Capela de Ossos – Igreja do Carmo

Depois da igreja, caminhamos em direção à Catedral Sé de Faro, mas antes passamos em dois lugares importantes para a cidade, o Jardim Manuel Bivar, um local que já era uma praça antes da ocupação cristã e hoje em dia é considerado o centro da cidade. No verão o espaço é ocupado por feiras e outras manifestações culturais. Do Jardim Manuel Bivar, já avistamos e o Arco da Vila, que foi mandado construir pelo bispo da época, D. Francisco Gomes do Avelar, sobre uma das portas medievais das muralhas. Foi inaugurado em 1812, e o arquiteto foi um italiano de Gênova, chamado Francisco Xavier Fabri.  No interior do arco se preserva um portal em ferradura, típico das muralhas mouras. O Arco da Vila era a entrada para a cidade para quem chegasse pelo mar. No meio do arco, tem uma imagem de São Tomás de Aquino, padroeiro de Faro. Diz a lenda que quando estavam construindo o arco, no momento de colocar a estátua de São Tomás de Aquino no lugar que ela está hoje, não conseguiam de jeito nenhum, porque era muito pesada. Mas aí veio o bispo, cochichou alguma coisa no ouvido da estátua e depois disso conseguiram elevá-la. 🙂

E mais uma curiosidade: vimos muitos ninhos de cegonha em nossa passagem por Portugal. No Arco da Vila tinha três.

arcodavila

Arco da Vila. Fotos: Marc W Bass

Chegamos na Catedral Sé de Faro, que é um dos edifícios mais importantes da cidade e fica no centro histórico. Construída sobre fundações de um templo romano, foi uma mesquita na época dos árabes e readaptada a templo cristão depois da Reconquista, em 1240. Sofreu um incêndio em 1596, consequência do ataque inglês à cidade de Faro e também sofreu com dois terremotos, um em 1755 e outro em 1782. O exterior da catedral reflete a intervenção de várias épocas e o interior é em estilo renascentista e barroco. A parte que mais gostamos foi de subir no mirante da igreja para ver as cores do céu próximo da hora do pôr do sol. Como fomos no inverno, o sol estava se pondo um pouco depois das 17h. Linda vista lá de cima! Custa 3 euros para entrar na catedral e ela abre das 10h às 17h.

sedefaro

Catedral Sé de Faro. Foto: Marc W Bass

pordosolcatedral

Pôr do sol visto do mirante da Catedral Sé de Faro.

pordosoljardim

O pôr do sol mais incrível que vimos até agora! Visto do Jardim Manuel Bivar.

Saindo da catedral fomos até a Rua de Santo António, rua principal do centro comercial de Faro, com uma calçada portuguesa muito bonita. Um ótimo lugar para fazer umas comprinhas, tomar um café e comer mais um pastel de nata…

ruadesantoantonio

Rua de Santo António. Fotos: Marc W Bass

E assim acabou nosso passeio no Faro, com gostinho de “quero mais”. Assistam o vídeo abaixo do mapa para uma experiência completa.

Dessa vez o mapa ficou meio “estranho”, mas é simples, a letra A é o primeiro lugar que fomos (Caco, O Original) e a letra G o último lugar (Rua Santo António). Não acredito que fizemos a melhor ordem, mas no dia foi a melhor para nós devido nossa fome, vontade de comer pastel de nata e o horário de abertura da Igreja do Carmo, hehe…

Mapa da nossa rota:

Vídeo:

VEJA TAMBÉM

2 Comentários

  • Reply karla valéria vasconcelos alves 20/04/2017 at 1:31 pm

    Estou maravilhada com seus vídeos. Por favor continue. Karla. Recife _ PE, doida para mudar de de cidade quando me aposentar, daqui a 8 anos e tinha em mira Faro, e foi aí que vi seus vídeos. Grata.

    • Reply Maureen Garcia 18/05/2017 at 2:13 pm

      Oi Karla, fico muito feliz de saber que você está gostando dos vídeos!! 🙂 Boa sorte com seus planos de mudanças para Faro… 😉 Um abraço!

    Deixe uma Resposta