Destinos

Madrid – parte 3 (e última…)

19/04/2013

Oi gente!

Voltei para falar um pouquinho mais sobre Madrid, essa é a terceira e última parte de uma série de posts sobre a capital espanhola. Vou escrever sobre os hotéis que fiquei, restaurantes onde comi e bares que parei para tomar uma cervejinha porque eu também sou filha de Deus! 😛

Vamos aos hotéis:

Hotel Nuevo Madrid, um hotel 4 estrelas, um pouco afastado do centro da cidade, mas com uma viagem de ônibus mais uma de metrô chegávamos rapidinho na área central de Madrid. O hotel é novinho e gostamos bastante. O quarto que nos hospedamos era espaçoso, do tamanho ideal para acolher nós dois (Marc e eu) e nossas malas… Pagamos 50 euros a diária sem café da manhã, com o desjejum ficava 77 euros. Aliás, não compensa pagar café da manhã na maioria dos hotéis na Espanha. Custa em torno de 15 euros por pessoa e com esse dinheiro você come muita coisa em um restaurante ou cafeteria na rua. O hotel é moderno e com decoração elegante. Fica a 15 minutos de carro do aeroporto e 10 minutos de carro da “casa” do Real Madrid, o Estádio Santiago Bernabéu. Esse hotel é muito utilizado por quem viaja a negócios para Madrid, portanto possui sala de conferência e equipamento audiovisual além de Wi-Fi e academia incluídos no preço da diária (não gosto de dizer “grátis” porque no fundo, no fundo, a gente está pagando, né?)

HotelNuevoMadrid

Imagens: Hotel Nuevo Madrid

 Hotel Cortezo, localizado a 300 metros da Puerta del Sol,  fica no “coração” de Madrid. Não é um hotel novo, mas fizeram uma reforma no ano de 2009 e os quartos têm um design moderno e confortável. Bem localizado e limpo. Por ser central, permite conhecer os principais pontos turísticos de Madrid a . Pagamos 80 euros a diária, sem café da manhã. Wi-Fi incluído no preço da diária.

hotelcortezo

Imagens: Hotel Cortezo

Restaurantes:

Según Emma, bem pequenininho e agradável. Perto do Mercado de San Miguel, comemos o menu do dia por 12 euros cada, com direito a entrada, prato principal, um copo de bebida (cerveja, vinho, refrigerante ou água) e sobremesa. Comida boa, bonita e barata com ingredientes de qualidade. Achamos aconchegante e gostamos bastante do atendimento e do que comemos. Enfim, boa cozinha + bom ambiente.

segunemma

Imagens: Maureen Garcia/Marc Bass

Pizzeria Maravillas, estávamos morrendo de fome quando paramos por lá, e não sei se foi a fome, mas a pizza, apesar de pequena estava saborosa. A pizzaria fica situada na Plaza del Dos de Mayo que é bem bonitinha, e no dia que fomos estava frio, mas quando o tempo está razoável eles colocam mesinhas fora e dá para acompanhar o movimento de turistas e locais indo e vindo. O preço é acessível e o serviço fraco. Apesar da pizzaria parecer pequena quando se olha a primeira vez, no subsolo tem um “salão” com várias mesas. Vale pela pizza, não vale pelo atendimento.

pizzeriamaravillas

Imagens: Maureen Garcia/Flickr

La Tagliatella, restaurante de comida italiana com 4 endereços em Madrid, o que fomos fica praticamente na frente do Hotel Cortezo. Não é dos mais baratos mas a decoração é linda e o atendimento foi bom. Tem incontáveis combinações de massas e molhos, mas eu comi pizza de novo (sorry, é minha “comida” preferida!). As porções são bem servidas e a massa da pizza é fininha. Gostei! 🙂

latagliatella

Imagens: Maureen Garcia/Marc Bass

Il Piccolino della Farfalla, restaurante com opção para vegetarianos situado na área central de Madrid. Ambiente acolhedor e familiar, com decoração “básica”. Preço e atendimento bons, comida simples mas bem preparadinha. Comemos o menu do dia por 9,75 euros com direito à uma bebida e sobremesa. Um lugar que se encontra mais pessoas locais do que turistas. Recomendo! 🙂

IlPiccollinodellaFarfalla

Imagens: Maureen Garcia/Marc Bass

Bares:

Moore’s Irish Pub – a gente adora um pub e todos os lugares que visitamos tentamos achar um para tomar uma Guinness (cerveja irlandesa). Esse pub achamos sem querer, estávamos no bairro de Malasaña (uma região com uma cena cultural muito ativa) passeando e procurando um lugar para comer e entramos nesse pub. Era umas 17h30 e a cozinha  abriria as 19h00, então tomamos uma cerveja e partimos para comer em outro lugar. É um pub como muitos outros, tipicamente irlandês e com muita cerveja boa e esportes na televisão!

morresirishpub

Imagens: europearinish.com/Trivago

The James Joyce Irish Pub – mais um pub, Rá (baixou o Sérgio Mallandro)! Pubs tem nomes engraçados, né?! Então, esse tal de James Joyce foi um poeta irlandês. O pub tem uma atmosfera agradável, 3 televisores grandes para assistir os esportes e uma Guinness ótima! Nós não comemos por lá, mas eu bisbilhotei o cardápio e era uma mistura de comida irlandesa e espanhola. 

JamesJoycepub

Imagens: Marc Bass

Cerveceria La Mayor – Situada na Calle Mayor, a uns 500 metros da Plaza Mayor. Como o próprio nome diz, é uma cervejaria, portanto, um lugar dedicado à cervejas, nacionais e importadas. São mais de 70 tipos e de 14 países diferentes. Fomos muito bem atendidos. 

cervecerialamayor

Imagens: Steve Bass/Marc Bass

Taberna Tirso de Molina, pertinho do Hotel Cortezo, na Plaza das Flores, um lugar para tomar um café, comer e beber. No nosso caso fomos para tomar um drink após o jantar. Atendimento muito bom, com nossos drinks o garçom trouxe uma porção de tapas por conta da casa, polvo ao vinagrete, não comemos porque tínhamos acabado de jantar e ele percebeu isso e achou que não comemos porque não gostamos e nos ofereceu um outro tipo de tapa. Achei super atencioso da parte dele. Eu adorei a decoração cheia de detalhes. Um bom lugar para comer comida típica espanhola. Na noite que fomos estava chovendo, mas quando o tempo está bom eles colocam mesas na calçada. 

tabernatirsodemolina

Imagens: Marc Bass

Cafeteria:

Maestro Churrero, localizado na Plaza de Jacinto Benavente, pertinho do Hotel Cortezo. Tem lugares para sentar na calçada, com cadeiras cobertas com uma espécie de pele, o que é bem agradável no frio, afinal, ninguém quer colocar o bumbum em uma cadeira gelada, certo?! O café da manhã nesse local tem um bom preço, comi um croissant mais um café com leite por 3,20 euros. O serviço não é bom… Quando fomos pela manhã o local estava bem movimentado e as pessoas trabalhando do outro lado do balcão literalmente gritavam, e covenhamos que não é algo muito agradável para quem acabou de acordar e só quer comer algo, certo?! Mas eu relevei, achei que era o “jeitão” do lugar.  Voltamos na parte da tarde porque eu fiquei louca por um churro e então pude ver realmente o “grau” do atendimento. Pedi 4 cafés com leite e um churro. Tinham dois funcionários nesse horário, um do lado de dentro do balcão e um garçom. Ele colocou meu pedido no balcão, não disse em momento algum “pode sentar que eu levo” ou “vou lhe ajudar levar” e quando peguei os cafés, paguei e fui sentar do lado de fora, ele disse “ah, mas espera aí, do lado de fora é mais caro”… Hahaha… Eu quase virei num saci… Não dei escândalo (sim, eu sou dessas…) porque estava acompanhada da família do Marc. E o churro que eu fiquei sonhando o dia todo estava frio e muchibento. Decepção total! Resumindo, recomendo apenas para tomar um café da manhã com um preço bom, pelo resto todo, NÃO RECOMENDO! rs…

maestrochurrero

Imagens: Maureen Garcia

Cafeteria Los Alpes, fica na Calle Mayor, pertinho do Mercado de San Miguel. Um café como muitos outros, comi churros com chocolate quente e estavam bons. Mas eu só vim falar desse lugar porque eu precisei usar o toilet e a experiência não foi boa, era no subsolo, o lugar cheirava a esgoto e o banheiro além de não ter papel higiênico, não tinha tranca na porta. Precisei, mas não usei! Rs… Portanto, a dica é: tem muitos cafés em Madrid, se tiver que escolher, não escolhe o Los Alpes! 😛

cafeterialosalpes

Imagens: 11870.com / Maureen Garcia

Flamenco:

Las Tablas,  situado na Plaza de España, tem shows de flamenco todos os dias às 22hs. Entrada 27 euros com direito a um copo de bebida. Para grupos a partir de 20 pessoas, se reservado com 3 dias de antecedência, eles servem jantar durante o show. Local aconchegante e simples. Atendimento excelente, o garçom que nos atendeu foi muito atencioso, pois uma mulher que estava “um pouco” bêbada esbarrou na minha mesa, derramando minha cerveja, em seguida ele me trouxe outra e não cobrou nada por isso. O show tem duração de aproximadamente uma hora e conta com aproximadamente 6 artistas, entre músicos e dançarinos.

LasTablas

Imagens: Marc Bass/Las Tablas

Souvenir:

Travel Corner, loja localizada na Calle de Alcalá, em frente ao Edificio Metrópolis. Achei a loja organizada e limpa, com várias opções de presentinhos para levar para a família e amigos e com preços não abusivos.

travelcorner

Imagens: Marc Bass/Maureen Garcia

Transporte:

Madrid Card, nós não usamos, mas acho importante falar do Madrid Card. É um bilhete turístico com diferentes preços para 24, 48, 72 e 120 horas. Se você tem interesse de visitar vários museus e atrações em Madrid pode ser que valha a pena, é uma forma de economizar e com o cartão, você pode se livrar de algumas filas. Como só ficamos dois dias, analisamos os lugares que gostaríamos de ir e vimos que o bilhete não compensava. Mas, fica a dica. Mais informações no site.

Bom, finalizo a série de posts sobre Madrid por aqui. Escrevi demais, até o que não deveria! Fiquem com mais umas fotinhas para finalizar:

colagemmadrid

Beijocas da Mau. 

VEJA TAMBÉM

Sem Comentários

Deixe uma Resposta