Destinos, Viagem

Granada

27/02/2016

Hoje completamos 4 meses na estrada e finalmente estou fazendo o post de Granada, a primeira cidade que visitamos… E um post com direito a fotos, dicas e vídeo, é claro!

Foram dois dias de passeio por Granada, um eu fui com o Marc e no outro ele ficou no camping trabalhando e fui “saracotear” sozinha. Aqui nesse post eu vou mostrar onde fomos e vai ter mapinha das rotas do primeiro dia e do segundo. Espero que vocês gostem desse formato! 😉

Granada é uma cidade espanhola, capital da província de mesmo nome e que fica na comunidade autônoma de Andaluzia. Já tínhamos visitado Granada antes e gostamos tanto que a escolhemos para ser a primeira parada do nosso tour pela Europa.

Falar de Granada é falar da La Alhambra, um conjunto de palácios, fortaleza e jardins que é um dos pontos turísticos mais visitados da Espanha. E foi pela Alhambra que começamos nossa visita…

Fomos a pé do centro de Granada até La Alhambra porque é como estamos acostumados a fazer os passeios. Se podemos caminhar, caminhamos! Porque pensamos que assim sentimos os cheiros, escutamos os barulhos, podemos prestar atenção em cada pessoa, cada movimento da cidade e assim viver com mais intensidade a experiência que é visitar um lugar novo, com cultura diferente da nossa. Para quem quiser pegar um ônibus para chegar lá em cima (sim, é subida!) com as pernas descansas, a linha de ônibus é a C3. Clique aqui para ver as paradas do C3. A parada Plaza de Isabel La Católica é bem central.

IMG_0818

El Patio de Arrayanes o Patio de los Mirtos – La Alhambra

Peço desculpa aqui no post porque no vídeo eu falo que na Alhambra tem os Palácios Nazaríes, e além de falar com o acento na letra errada, não é a palavra correta em português, e sim Nasridas. Ficamos várias horas na Alhambra, nem sei quantas na verdade, mas se um dia você for visitá-la reserve pelo menos uma manhã ou uma tarde para poder caminhar com tranqüilidade e apreciar as belezas do lugar. Para saber um pouquinho mais e ver algumas fotos da Alhambra, clique aqui.

Depois da Alhambra fomos caminhando pelo bairro de Albayzin (antigo bairro árabe de Granada) até o Mirador San Nicolás, um lugar com uma energia incrível e perfeito para curtir um fim de tarde ao som de um flamenco (sempre tem uns cantores por lá com suas guitarras), com um pôr do sol lindo e uma vista deslumbrante do complexo da Alhambra.

the-alhambra-15-web

Mirador San Nicolás (Foto: Marc W Bass)

Como tínhamos almoçado apenas uma saladinha, no fim da tarde estávamos loucos de fome, e loucos para comer umas tapas em algum bar granadino. Importante: na maioria dos bares de Granada as tapas são de graça, você pede uma “caña” (um copo de cerveja, tipo um chopp) e os petiscos acompanham sem você ter que pagar mais por isso. 😀 Se eu gosto disso?! Eu amo!!!

Saímos no mirador, descemos pela Carrera del Darro, uma rua que fica entre o rio Darro e o bairro de Albaycin e passamos pela Calle de la Calderería Nueva, que tem várias casas de chá e lojinhas. Tudo lindo! Os tecidos, as bolsas, as luminárias… As lojas cheias de luminárias acessas sempre rendem fotos ótimas!

_MG_0285

Carrera del Darro. Foto: Marc W Bass

_MG_0297

Uma das lojas da Calle Calderería Nueva.

Escolhemos o bar La Bella y La Bestia II (Calle de la Cárcel Baja, 14) para comer nossas tapas…  E na nossa opinião, escolhemos bem! Tomamos 3 cervejas cada um e vieram 3 pratos cheios de petiscos. A conta ficou em 13,20 euros. E assim terminou nosso primeiro dia em Granada… Cansados, de “pancinha” cheia e aquela sensação de dever cumprido! 😉

labellaylabestia

Cervejinha e tapas no La Bella y La Bestia

Rota do primeiro dia:

No segundo dia fui sozinha e Marc ficou trabalhando no camping…

Minha primeira parada foi a Tetería Alfaguara (Calle de la Calderería Nueva, 7), uma casa de chá em estilo árabe. Tomei um chá verde com menta e comi um docinho árabe com amêndoas que estava delicioso…

IMG_0871

Tetería Alfaguara

Da casa de chá, fui até a Catedral de Granada, a intenção era filmar a catedral para colocar no vídeo, mas infelizmente não permitem filmar por dentro. Como eu já conhecia a igreja e já tinha fotografado quando visitamos Granada em 2014, optei por não entrar novamente. A entrada custa 4 euros.

IMG_9752

A Catedral de Granada por dentro. Foto: Marc W Bass

Saindo da catedral, do lado esquerdo, está a Alcaiceria, um antigo mercado árabe e que hoje abriga várias lojinhas de souvenirs e artesanato.

IMG_0892

Alcaiceria

Eu também tinha a intenção de entrar na Capilla Real (Calle Oficios, s/n), que é onde estão enterrados os Reis Católicos, Isabel e Fernando, além da filha deles Juana la Loca e o marido dela, Felipe o Hermoso. Resolvi não entrar porque também não era permitido tirar fotos e filmar, mas fica a dica para quem gosta de história e tem interesse nesse tipo e “atração”.

IMG_5175

Capilla Real

Sem poder filmar dois dos lugares que tinha planejado, decidi ir à “caça” de um pionono, que é um docinho típico de Granada e que eu já até fiz a receita, vocês viram?! Se não viram, clique aqui para ver como faz essa delicinha! No caminho encontrei por um acaso o Jardín Botánico da Universidad de Granada (Calle Duquesa, 13), um local bem calmo, bom para dar uma descansada das “andanças” pela cidade.

IMG_0904

Jardín Botánico de la Universidad de Granada

A primeira vez que fui a Granada, provei o pionono na Cafeteria Olympia (Calle Gran Vía de Colón, 21) e não gostei muito. Acho que colocaram licor de anis na calda que embebe o bolinho e não curti o sabor. Dessa vez fui com a intenção de provar o da Casa Isla, os “inventores” do pionono. Depois das decepções do dia, o doce veio para me alegrar! Encontrei a Casa Isla (ou Ysla) que estava procurando (são várias espalhadas pela cidade) e provei o pionono tradicional… Uma delícia!!

IMG_0116

E assim terminou a minha (a nossa, já que levo vocês sempre comigo!) visita a Graná!

Assista também o vídeo para conhecer Granada ainda melhor… Lembre-se que o post é um complemento do vídeo e vice-versa!

Espero que vocês tenham gostado e estejam ansiosos, assim como eu, pelo próximo vídeo e post que será de Málaga.

Beijos meu, do Marc e lambeijocas da Laka…

Somos muito gratos de ter vocês viajando conosco… Vem comigo! Vem com a gente!

 

 

VEJA TAMBÉM

6 Comentários

  • Reply Lenice Pereira 28/02/2016 at 2:51 am

    Amei!!!!!! Além de assistir ao vídeo, vim aqui apreciar seu texto e as belas fotos. Parabéns!!!!! }Delícias de detalhes. Você escreve/descreve da mesma forma leve e simpática com que fala no vídeo. Muito bom!!!!! E as fotos ficaram lindas também. Não vejo a hora de assistir ao próximo. Muitos beijos e saudades.

    • Reply Maureen Garcia 28/02/2016 at 10:36 am

      Obrigada mamis! Os seus elogios não contam porque são elogios de mãe, hehe… Mas fico muito feliz que você gosta dos meus posts, fotos e vídeos! Sabemos que você está sempre com a gente… Beijos, te amamos… Saudades! :*

  • Reply Ana 13/03/2016 at 4:00 pm

    Adorei o vídeo! Vou para Andalucia em outubro e foi super útil! Não vai ter vídeo de Sevilla? Parabéns pelo site!

    • Reply Maureen Garcia 14/03/2016 at 9:42 am

      Oi Ana! Que bom que você gostou… Obrigada!!! Vai ter mais vídeo da Andalucia… Um de Málaga (em breve!) e depois o de Sevilha. Vai demorar um pouquinho pra sair, mas sai antes de outubro! Beijos…

  • Reply Neid Martins 05/10/2016 at 12:19 am

    Sigo seus vídeos no You Tube, obrigada por tudo. Gostaria de saber a data de sua chegada em Granada, para saber que tipo de roupas levar. Morro de medo de passar frio. E sempre carrego uma mala pequena.

    • Reply Maureen Garcia 05/10/2016 at 8:42 pm

      Oi Neid! Primeiramente, eu que agradeço sua companhia nessa viagem… 🙂 Granada foi nossa primeira parada quando começamos a viagem, então chegamos lá no dia 28 de outubro. Não sei quando você vai, mas se for agora em outubro ou novembro, indico levar blusa de frio, cachecol e luva. Quando fomos, pegamos dias frescos por lá (mínima de 8 graus e máxima de 20). Espero que tenha lhe ajudado… Um beijo e boa viagem!

    Deixe uma Resposta